Hospital de Caridade

81 anos dedicados a saúde e bem estar da comunidade.

80 Anos

Presidente Sr. Pedro Lugoch em seu pronunciamento na Festa dos 80 Anos - 15/10/2011

Governador Lions

Sr. Iraci Dani de Santa Maria, realizou visita no HCSC

Samu Salvar

O Samu - 192 é gratuito. A unidade de Santo Cristo é de suporte básico.

Origem do HCSC

             Na década de 1930, época do esquema político, ¨café com leite¨, quando o controle da política brasileira estava nas mãos dos grandes cafeicultores de São Paulo e Minas Gerais, surgiu um movimento que acreditava na necessidade de por fim à República Velha, o que se concretizou com a Revolução de 1930 e acarretou a derrubada do Presidente Waschington Luís, assumindo Getúlio Vargas, iniciando-se assim a ¨Segunda República¨.  O novo governo, como era de se esperar, também provocou modificações no Estado e na região, acalentando e, mais do que isso, tornado realidade sonhos de desenvolvimento econômico.

             Foi nesse contexto, que em 1º-07-1931 Santa Rosa desligou-se de Santo Ângelo, passando Santo Cristo, ainda um vilarejo com cerca de 1.200 habitantes, a constituir o 4º distrito de Santa Rosa. Com anseios de independência do município de Santa Rosa surgiu a idéia de construir o Hospital de Caridade, levando em conta também que o ¨Hospital Santa Terezinha¨ que existia no vilarejo desde 1927, construído em madeira, com os vão preenchidos com tijolos rebocados, no estilo das construções européias, situado na parte baixa do vilarejo, que já havia se tornado pequeno diante do aumento da demanda por tratamento de saúde com hospitalização.

             Além do que os fundadores do Hospital Santa Terezinha não aceitavam novos métodos de cura das doenças contagiosas que provocavam mortes de crianças e adolescentes, males estes diagnosticados pelo Dr. Demétrico Zancoff, fazendo com que estes pacientes não fossem admitidos a sua internação no Hospital Santa Terezinha, necessitando que fossem levados até a sede do município, Santa Rosa, motivando, enfim, uma revolta de uma ala da população, contando com o apoio do subprefeito do distrito Alfredo Carlsson e do Pe. Augusto Preussler, segundo vigário da Paróquia, iniciando-se, assim o movimento para estabelecimento de uma casa de saúde comunitária.

             Em 15 de outubro de 1931, foi fundada a Sociedade Hospital de Caridade de Santo Cristo, com a seguinte finalidade, de acordo com o art. 2º de seu estatuto: ¨A Sociedade adquirirá um terreno para nele construir um edifício amplo, a fim de prestar socorro a doentes, sem distinção de domicílio, nacionalidade ou de crença religiosa, e a indigentes¨, oportunidade em que Cristo Rei foi escolhido o seu padroeiro, e teve como seu primeiro presidente José Puhl.

            A diretoria seguindo o registrado no estatuto, levou, por obstinação, a adquirir dois lotes suburbanos com área de 26.500 m² pelo preço de dez contos e quinhentos mil réis(10:500$000), levando em conta ser localizada a área na parte alta do vilarejo, onde posteriormente viria a ser construída também a Igreja Matriz, com filosofias de um cuidar do corpo e outro da alma, unidos por uma das menores ruas que recebeu o nome de Amandaú, que, na linguagem guarani significa ¨bela vista¨ ou ¨boa vista¨.

            Projetou-se, então, a construção do edifício através da planta elaborada pelo engenheiro Otto Linhart, de Santo Ângelo, merecendo tal projeto destaque no jornal ¨A Serra¨ de Santa Rosa, considerando-o como ¨um dos maiores hospitais do Estado¨. 

             Várias foram as pessoas que contribuíram para o seu crescimento, registrando que foram nove os presidentes:

- José Puhl – 2 anos - (1931-1933);
- Carlos Kliemann – 4 anos - (1933-1937);
- Jacob Sandri – 1 ano – (1937-1938);
- Martin Müller – 2 anos - (1938-1939);
- Hemetério de Wallau – 32 anos - (1939-1971);
- Bertholdo Baron – 1 ano - (1971-1972);
- Canisio Ost – 28 anos - (1972-2000);
- Newton Luis Hoss – 8 anos - (2000-2008),
- Desde 2008 o atual presidente Sr. Pedro Lugoch.

             Para visualizar a galeria de fotos dos Ex-Presidentes, clique aqui.